Atualizar cadastro único pela internet

Nas últimas semanas de 2024, o governo começou um mutirão para atualização de dados cadastrais dos beneficiários de programas sociais. Com isso, a necessidade de atualizar cadastro único pela internet se tornou evidente, para diminuir o número e a extensão das filas.

Veja também:Como se Cadastrar no Auxílio Brasil de 2023?

Pensando nisso, elaboramos um artigo explicativo de como atualizar cadastro único pela internet, falando ainda sobre quem precisa dessa atualização. É importante ressaltar que a atualização online não exclui a necessidade de ir presencialmente ao CRAS.

Veja também:Você sabe o que é o Auxílio Brasil? de R$400! Veja Aqui!

Na prática, a atualização online funciona apenas como uma forma de diminuir o tempo total de atendimento e tornar mais rápido o processo final de atualizações.

Como atualizar cadastro único pela internet

Para conseguir atualizar cadastro único pela internet, o primeiro passo é acessar o sistema digital, acessando o aplicativo “meu cadÚnico” ou o site oficial do programa. Independente do canal de entrada, o processo é o mesmo, onde você clica na opção “atualização cadastral”.

Com isso, basta realizar o login usando os mesmos dados utilizados para entrar no site gov.br, por isso, é essencial que você tenha o cadastro ativo no momento da atualização. O site do cadastro único não realiza novas inscrições, na prática, significa dizer que para criar um login, precisa também ir até o site do gov.br.

Feito o login, agora basta confirmar as informações já existentes, averiguar se ainda se trata da realidade e, além disso, acrescentar as novas informações solicitadas. Com essa atualização cadastral, o sistema acabou sendo incrementado, onde novos dados são solicitados.

Após essa análise e o envio das novas informações, basta comparecer até o CRAS mais próximo para finalizar a atualização completa dos seus dados. Apesar de ser possível modificar as informações pela internet, o comparecimento não deixou de ser obrigatório.

Outra medida importante é verificar se é possível realizar agendamento, dessa forma, você também já consegue realizar antes da ida, poupando tempo para isso.

Quem precisa atualizar o cadastro?

Apesar de ser importante manter os dados atualizados sempre, é preciso ter cuidado na hora de verificar a necessidade disso. Principalmente, pensando que você precisa se deslocar até uma unidade do CRAS para isso.

Atualmente, centenas de pessoas estão passando horas nas filas, sem a real necessidade de atualização cadastral no momento. Isso ocorre porquê, nesse momento, o governo chamou apenas as famílias com dados não atualizados desde 2016 e 2017.

Ou seja, se você está com todos os dados atualizados, como pede o cronograma para atualização a cada dois anos, não precisa atualizar dados novamente e nem comparecer até o CRAS.

Possivelmente, o governo deve chamar também os demais anos no decorrer do ano que vem, para regularizar a situação daqueles que não mantiveram os dados atualizados. Da mesma forma, você só precisa seguir o cronograma de atualização se não tiver realizado corretamente as atualizações bianuais.

Por outro lado, se o seu caso for de quem está desatualizado, precisa entender qual foi o último ano de atualização correta e aguardar ser chamado pelo governo para regularizar. Hoje, não adianta ir com dados desatualizados de 2018, que não será necessário no momento.

No mais, caso tenha dúvidas ainda sobre o tema, basta entrar em contato nos canais de atendimento do cadastro único para saber se seu caso é aplicável para a atualização agora. Caso não seja, não existe motivo para se dirigir até uma unidade do CRAS.

Qual a importância de atualizar o cadastro?

Todo esse movimento do governo para atualização de dados cadastrais tem uma razão clara. Nesse caso, evitar erros e inconsistências na distribuição dos auxílios que estão atualmente em funcionamento.

O cadÚnico é a porta principal para a base de dados do governo, onde se define, por exemplo, se aquela família está na faixa de pobreza ou de baixa pobreza. Com isso, caso os dados não estejam atualizados corretamente, pode fazer com que determinado benefício seja cortado ou fornecido de modo indevido.

Com a distribuição indevida dos recursos, acaba fazendo com que famílias que deveriam ser ajudadas deixem de receber, apenas por inconsistência de dados. Por isso, apesar desse movimento, é importante que a própria população tenha consciência sobre a importância da atualização dos seus dados.

Quer saber mais sobre as principais curiosidades do mercado? Acompanhe nosso blog para se manter informado com novidades todos os dias!

5/5 - (1 vote)

Posts Similares